quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Automação Industrial

História da Automação Industrial

Introdução
A história da automação industrial começou com a criação das linhas de montagens automobilísticas com Henry Ford, na década de 20. Daí para cá o avanço tecnológico nas mais diversas áreas da automação industrial tem sido cada vez maior, proporcionando um aumento na qualidade e volume de produção, assim como redução de custos. O avanço da automação está ligado, em grande parte, ao avanço da microeletrônica, que se deu nos últimos anos. Os CLPs (Controladores Lógicos Programáveis) sugiram na década de 60 e substituíram os painéis de cabina de controle com relés, diminuindo assim, o alto consumo de energia, a difícil manutenção e modificação de comandos e também as onerosas alterações de fiação.Nos anos 90 programas de computadores foram criados com a tentativa de se obter maior produtividade, qualidade e competitividade. Dentro desta visão, de integração entre o chão de fabrica e o ambiente corporativo, decisões dentro do sistema organizacional de produção passaram a ser tomadas no mais alto grau de conceito de qualidade. Tudo baseado em dados concretos e atualizados, os quais se originam em diferentes unidades de controle.Os fabricantes de CLPs também compreenderam a inequação básica: “software + hardware”, e passaram a produzir sistemas entitulados SCADA e outros aplicativos mais especializados. Uma solução de automação tem por objetivos básicos o desempenho, a modularidade e a expansibilidade. Para que estes objetivos sejam alcançados, temos que conceber prioritariamente um desenho da arquitetura do sistema e, desta forma, organizar seus elementos: remotas de aquisição de dados, CLP's, instrumentos e sistemas de supervisão, dentre outros.(Fonte: "Princípios da Automação Industrial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário